Já foi revelado os detalhes do Corolla Cross, SUV médio que será produzido pela Toyota em Sorocaba (SP) a partir de 2021, com investimento de R$ 1 bilhão, e que aproveitará a plataforma TNGA-C, os motores (2.0 e 1.8 híbrido, ambos flex), o entre-eixos de 2,70 m e talvez até o nome do sedã médio mais vendido do país.

LEIA MAIS:
Conheça o BMW mais caro do Brasil, o M8 Grand Coupé
IPVA de veículos novos será suspenso em São Paulo
Já pode renovar a carteira? E emplacar o carro? Veja o que segue alterado em 2020

Sua meta será peitar Jeep Compass e VW Tarek com preços na faixa de R$ 150.000.

Mas ele não será o único utilitário esportivo feito pela marca em solo nacional. QUATRO RODAS pode afirmar que a matriz já aprovou a produção de um segundo SUV, também em Sorocaba, a partir de 2024.

E não será o Raize, projeto asiático baseado no Daihatsu Rocky, pois este é considerado pequeno e simplório.

Particularidades do novo modelo da Toyota

O modelo terá a plataforma TNGA-B, de Yaris e Yaris Cross europeus, e também utilizará propulsão híbrida flex.

A matriz GA-B, aliás, será aproveitada para dar vida à próxima geração do Yaris nacional, que deve ser lançada no ano seguinte, 2025, sendo o último dos Toyota vendidos em nosso mercado a ganhar versão híbrida.

Ou seja: ainda vai levar cinco anos, mas um dia finalmente o nosso Yaris será igualado ao europeu.

Mas voltemos a falar do SUV: talhado para encarar Chevrolet Tracker, Honda HR-V, Hyundai Creta, Jeep Renegade, Nissan Kicks, VW T-Cross e cia., ele deve chegar já como uma atualização do recém-apresentado Yaris Cross gringo.

Por isso mesmo, tem boas chances de assim ser chamado em nosso mercado. Ainda não está claro se ele manterá os 4,18 m de comprimento e 2,56 m de entre-eixos do Yaris Cross europeu ou se terá dimensões mais generosas (como o segmento demanda).

Afinal, uma matriz modular permite ajustes do tipo sem elevar tanto os custos de desenvolvimento.

Não se espante se este futuro SUV ignorar os motores só a combustão e for lançado apenas em configuração 1.8 híbrida flex com 101 cv de potência combinada e 16,6 kgfm de torque (gerados pelo motor elétrico).

Via: Quatro Rodas

LEAVE A REPLY

Please enter your comment!
Please enter your name here