Dentro do mercado de carros usados, em 2019, o segmento cresceu 2,2% em relação a 2018 de acordo com levantamento da Federação Nacional das Associações de Revendedores de Veículos Automotores (Fenauto). A princípio, pode parecer uma evolução tímida, mas representa o oitavo ano consecutivo de crescimento do setor de seminovos.

No total, foram quase 14,6 milhões de seminovos negociados em 2019. E o principal deles foi um clássico do segmento de zero quilômetro.

Confira a lista com os automóveis usados mais vendidos de 2019:

Chevrolet Celta: 328.037

 O Celta foi o projeto que inaugurou a fábrica da General Motors em Gravataí (RS) e logo se tornou um sucesso de vendas para a marca. Já saiu de linha há quase cinco anos, mas continua muito aceito entre no mercado de carros seminovos.

Usava a plataforma do velho Corsa, de 1994. Quando lançado, em 2000, surgiu como primeiro carro vendido pela Internet e se destacava pelo baixo preço e custo/benefício atraente.

Ford Fiesta: 354.932

O compacto começou aqui importado da Espanha em 1995, depois passou a ser produzido na Bahia dentro do Projeto Amazon, voltou a ser importado em nova geração e terminou a vida fabricado nacionalmente.

O modelo sempre se destacou pelo desempenho dos motores – e desagradou pelo acabamento interno. Deixou de ser produzido no país justamente no ano passado, quando a marca encerrou a fábrica de São Bernardo do Campo (SP).

Fiat Palio: 535.264

Com 21 anos de trajetória no país, duas gerações e muitas versões e remodelações, o compacto da Fiat se destaca pela baixa depreciação e boa liquidez no mercado.

Também tem fama de manutenção simples e barata, com muita oferta e variedade de peças. Não surpreende ocupar o pódio entre os usados mais vendidos do país no ano passado.

Fiat Uno: 548.879

O Uno nasceu como um carro revolucionário em 1984. Com dimensões compactas, tinha ótimo aproveitamento de espaço interno, posição de dirigir alta, boa qualidade de construção e uma das melhores ergonomias entre os carros nacionais. Foi o primeiro 1.0 do mercado e sempre ofereceu custo/benefício agressivo e manutenção condizente.

A segunda geração não manteve o mesmo fôlego de vendas, mas também não faz feio e aposta no design quadradinho para continuar agradando. Juntas, elas fazem do Uno o segundo no ranking de carros seminovos mais comercializados do país.

Volkswagen Gol: 895.570

O fato do Gol ter sido o carro usado mais vendido de 2019, se deve muito ao reflexo dos 28 anos em que foi o carro líder do país, o que torna o emblemático compacto da Volkswagen um modelo com muita oferta, alta procura, baixa desvalorização e ótimo custo/benefício no mercado de usados. Aliado a isso, a imagem de robustez, o baixo custo de manutenção e as muitas versões e motores que acompanham o carro desde 1980.

LEAVE A REPLY

Please enter your comment!
Please enter your name here