O volume de chuva bateu recordes históricos em Minas Gerais e São Paulo, os dois estados com a maior frota do Brasil. Nas capitais dos dois estados, inúmeros alagamentos foram registrados.

Conheça aqui o processo para solicitação da segunda via das placas de identificação veicular (PIV) para ajudar o motorista que perdeu a placa na enchente e não sabe o que fazer.

O pedido da segunda via de placa é o mesmo para os casos de furto, roubo, perda ou dano. Para que ele seja realizado, o veículo precisa estar devidamente licenciado. Ou seja, com todas as multas, impostos e taxas quitados.

Quem pode solicitar a substituição da placa?

Para os veículos de pessoa física, podem solicitar a segunda via:

  • o proprietário;
  • o procurador do proprietário; e
  • o parente próximo (cônjuge, pais, filhos e irmãos) ou companheiro do proprietário do veículo.

No caso dos veículos de pessoa jurídica, podem pedir a PIV:

  • o proprietário;
  • representante legal da pessoa jurídica.

Passo a passo para pedir a segunda via de placa

  1. Em são Paulo, o primeiro passo é ir com o veículo até uma Empresa Credenciada de Vistoria. Confira aqui a lista completa.
  2. Feito isso, a instituição emitirá um laudo de vistoria (o documento tem validade estadual, o que autoriza que seja feita e utilizada em qualquer cidade de São Paulo).
  3. Com o laudo em mãos, vá até uma unidade de atendimento de registro do veículo com todos os documentos solicitados (lista abaixo).
  4. Depois, faça o pagamento da taxa cobrada pelo Departamento Estadual de Trânsito (Detran) para emitir a segunda via para quem perdeu a placa na enchente.
  5. O quinto passo é, com o comprovante de pagamento da solicitação em mãos, levá-lo a uma empresa que realiza o emplacamento.

Documentos necessários para solicitar a segunda via da placa

O motorista que perdeu a placa na enchente ou seu representante deve portar os seguintes documentos para solicitar a segunda via de PIV:

  • Documento de identificação pessoal – original e cópia simples;
  • Cadastro de Pessoas Físicas (CPF) – original e cópia simples;
  • Comprovante de Pagamento – original e cópia simples;
  • Solicitação de 2ª via de placa – original, clique aqui para imprimir; e
  • Laudo de vistoria de identificação veicular – original;
  • Carteira de inscrição de advogado na Ordem dos Advogados do Brasil (OAB), caso o procurador seja advogado – cópia simples (se procurador).
  • Documento de identificação pessoal do procurador – original e cópia simples (se procurador).
  • Documento de identificação pessoal do representante da pessoa jurídica responsável pela solicitação do serviço na unidade de atendimento – original
  • Cadastro Nacional de Pessoa Jurídica (CNPJ) – cópia simples (se pessoa jurídica).
  • Contrato Social ou documento equivalente de criação da pessoa jurídica – cópia simples (se pessoa jurídica).
  • Comprovação de poderes para representação legal da pessoa jurídica – original e/ou cópia simples, conforme o documento apresentado (se pessoa jurídica).

Valor da segunda via de placa em São Paulo

Em função do novo modelo de placas padrão Mercosul, o custo do serviço é composto pela taxa referente à emissão de nova via do Certificado de Registro de Veículo, laudo de vistoria e emplacamento.

1) Taxa referente à emissão de nova via do CRV:

  • Caso o licenciamento do ano em curso não tenha sido realizado: R$ 306,47
  • Caso o licenciamento do ano em curso tenha sido realizado: R$ 212,60

2) Laudo de vistoria: consulte uma Empresa Credenciada de Vistoria e pague o laudo à própria empresa.

3) Placas de Identificação Veicular – PIV (padrão Mercosul): consulte uma empresa estampadora de placas e pague o serviço à própria empresa.

Multa por perder a placa na enchente

De acordo com o Código de Trânsito Brasileiro, conduzir o veículo:

  • com o lacre, a inscrição do chassi, o selo, a placa ou qualquer outro elemento de identificação do veículo violado ou falsificado;
  • sem qualquer uma das placas de identificação; ou
  • com qualquer uma das placas de identificação sem condições de legibilidade e visibilidade.

É infração gravíssima (R$ 293,47) com penalidade de multa, apreensão e remoção do veículo.

 

LEAVE A REPLY

Please enter your comment!
Please enter your name here