Com um motor V8, nova ferrari f8 alcança 100 km/h em apenas 2,9 segundos.

Contando com um motor de 720 cavalos de potência, nova Ferrari f8 chega as pistas demonstrando o que há de melhor em sua história. 

A escuderia italiana Ferrari demonstrou ao público as primeiras imagens oficiais do modelo Ferrari F8 Tributo 2020, o modelo esportivo segundo a própria Ferrai representa o melhor trabalho realizado em toda a história da equipe. 

Com uma velocidade máxima que chega aos impressionantes 340 km/h, o novo Ferrari f8 veio para fazer história. 

O nome que fora dado é uma homenagem ao design tradicional do modelo e também ao seu motor. 

Com um invejável motor traseiro de 3.9 V8 biturbo de 720 cavalos a 8.000 rpm e 78,5 kgfm a 3.250.

Um V8 considerado mais poderoso e capacitado já fabricado pela escuderia.

Para se ter uma ideia de sua força, ele pode alcançar 200 km/h em apenas 7,8 segundos, impressionante não é mesmo? 

E falando em força, esse mesmo motor traseiro de 3.9, em tempos passados, já havia conquistado o troféu como melhor motor internacional opinado pela critica especializada em 2016, 2017 e 2018.

Esse motor foi ainda considerado o melhor motor já criado nas últimas duas décadas.

A Ferrai ainda não divulgou qual a caixa de transmissão que será utilizada, mas tudo leva a crer que será a mesma do 488 GTB,  uma automática de sete marchas composta por tração traseira.

Uma das características marcantes apontadas pela própria escuderia Ferrari, é que o modelo F8 será um dos carros mais rápidos e mais emocionantes já criado em todos os tempos.

Com cerca de 50 cavalos mais potentes do que seu modelo antecessor o GTB 488, o modelo F8 leva consigo também a grande vantagem de obter 40 quilos a menos se comparados a versão anterior, hoje o F8 possui cerca de 1330 quilos.

Os componentes que mais auxiliam para a redução do peso do motor são eles: coletores de escape inconel provenientes do modelo 488 Challenge, barras de titânio, virabrequim e volante com menores peso e ainda mais otimizados.

Essa grande redução em relação a  peso de massas consideradas rotativas e não estáticas, a saber as bielas de titânio, virabrequim e também do volante, fazem com que a velocidade do motor tenha um aumento rápido. 

Tão velocidade é essa que se tomarmos o exemplo de um motorista, ele sim conseguirá ver o ponteiro de seu contra-giro em transições extremamente velozes, seja em alterações de marchas e aceleração, isso faz com que o veículo seja um carro ainda mais esportivo. 

Outro ponto favorável é a qualidade em até 10% em eficiência aerodinâmica.

O modelo A F8 possui cerca de 4,7 metreos de comprimento, 1,9 metro de largura e conta com 1,2 metro de altura.

Caso se exija mais da habilidade dos motoristas em situações de tráfegos mais intensos e claro para facilitar a vida dos motoristas menos experientes, foi introduzida uma versão chamada Ferrari Dynamic Enhancer (FDE +), isso faz com que o superesportivo possua uma condição de pilotagem ainda mais arisca, ou mais branda de acordo com o tipo ou desejo do condutor.

Quanto ao desenho do veículo, a parte frontal é caracterizada pelo S-Duct ou seja tomadas de ar. 

A solução que já esta presente e foi adotada pela 488 Pista, dessa vez teve que receber uma modificação e ser redesenhada para assim se adequar às extensas modificações da F8.

Com essas mudanças o S-Duct auxilia em até 15% para o aumento de downforce  que é a pressão que ajuda a segurar o veículo rente ao chão em velocidades consideradas altíssimas.

Na parte dos faróis de LED que foram redesenhados, acabaram ficando ainda mais compactos, isso permitiu que o modelo superesportivo tivesse ainda novas entradas de refrigeração para os freios, um grande auxilio em casos de frenagens emergenciais. 

Já na parte traseira o destaque fica por conta do spoiler que auxilia para o aumento da força descendente que é gerada na parte de trás.

Na parte interior da cabine os elementos em geral foram totalmente modificados, um volante menor assim como um display de 7 polegadas.

Com o grande aumento da potência, seus pistões juntamente as  cabeças dos cilindros foram completamente reforçadas para assi poderem aguentar cargas ainda mais altas. 

Além do mais uma atenção redobrada foi dada para a redução do atrito na parte interna do veículo, pinos de pistão revestidos com DLC vindos diretamente de F1 foram introduzidos. 

E claro como é de costume, o mundo automobilístico trouxe um papel fundamental para o modelo, pois os principais componentes leves são provenientes e trazidos do modelo Ferrari Challenge e também da Fórmula 1.

O poder que o motor F8 pode proporcionar, faz com que o manejo do carro seja ainda mais acessível.

Uma infinidade de recursos de alto desempenho foram testadas e introduzidas para assim poder permitir que os motoristas retirem do veículo e explorem o máximo de potencial. 

Tudo isso faz com que o modelo f8 proporcione o melhor desempenho e seja considerado o mais eficaz e especial motor já trabalhado nos período dos últimos 20 anos pela escuderia italiana Ferrari.

 

 

LEAVE A REPLY

Please enter your comment!
Please enter your name here