Carros rebaixados: qual o preço e como legalizar?

Entre os apaixonados por carros, as modificações veiculares sempre foram unânimes. Melhoras no motor, carroceria, entre outros, são a pauta preferida dos amantes do tuning.

Se você, condutor e apaixonado pelo seu veículo, quer aprender a rebaixar o seu automóvel, corretamente, fique atento as nossas dicas.

Como legalizar?

O primeiro passo, para quem ainda não rebaixou seu carro, é solicitar a Autorização Prévia da Autoridade de Trânsito (DETRAN-CIRETRAN). É importante fazer isso antes de realizar a modificação no carro.

O segundo passo, já depois de ter sido realizada a alteração no automóvel, é obter um Certificado de Segurança Veicular, CSV.

Se o condutor já realizou a alteração no carro, sem prévia autorização do Detran, o procedimento é o mesmo, porém com uma multa administrativa no valor de aproximadamente R$ 120,00.

Como conseguir o Certificado de Segurança Veicular

Para conseguir o Certificado de Segurança Veicular, são necessários alguns passos:

  • Vistoria no Detran;
  • Vistoria em uma Unidade credenciada pelo Inmetro.

Com a aprovação, após as vistorias, recebe-se o CSV – Certificado de Segurança Veicular. Com este documento em mãos, o condutor precisa providenciar mais alguns documentos:

  • CRV (Documento do Veículo) ou declaração de extravio;
  • Nota fiscal das peças utilizadas;
  • Nota Fiscal do serviço, de preferência realizado por oficina autorizada. Caso tenha sido feito por meios próprios, é necessário ter uma declaração específica – do proprietário. Neste caso com firma reconhecida se responsabilizando civil e criminalmente pelo serviço, com todos os dados do veículo e do proprietário.

Quanto custa para legalizar carro rebaixado?

O valor para legalizar um carro rebaixado, com a emissão dos documentos citados, pode variar entre os estados do Brasil. Contudo, custa, em média, em torno de R$ 300,00, fora os gastos com o seu mecânico de confiança. Portanto, é bom estar prevenido e ter uma grana extra, caso for preciso.

Dicas importantes

  • Antes de levar o automóvel para as vistorias, é preciso levar o veículo a um mecânico para se certificar de que as regras de rebaixamento foram cumpridas;
  • Assim que você receber o laudo do INMETRO, é necessário entregar este laudo ao DETRAN. Eles podem realizar uma nova vistoria no automóvel, para certificar que o laudo é verdadeiro;
  • Para começar a circular na estrada com seu carro rebaixado, você precisa esperar que a documentação chegue, após a realização correta de todos os procedimentos;
  • Vale lembrar que a infração para o condutor flagrado dirigindo veículo rebaixado sem autorização, é considerada grave, com multa de aproximadamente R$ 128,00 e perda de cinco pontos na CNH.

LEAVE A REPLY

Please enter your comment!
Please enter your name here